Ouça as Músicas do Episódio 6×10 “The Rise and Fall of Sue Sylvester”

By in March 2, 2015 • Filed in: 6ª Temporada, Episódio, Musicas

RATHER BE - JANE E KITTY

THE TROLLEY - SUE

FAR FROM OVER - CLINT E VOCAL ADRENALINE

THE FINAL COUNTDOWN - SUE E WILL

RISE - BLAINE







Assista Agora Episódio 6×09 “Child Star” Legenda Oficial

By in March 1, 2015 • Filed in: 6ª Temporada, Episódio







Naya Está Grávida!

By in February 24, 2015 • Filed in: Noticias

naya

Naya Rivera está grávida e espera seu primeiro filho com o seu marido Ryan Dorsey!

A atriz de 28 anos de idade, que interpreta Santana em Glee revelou a notícia feliz com um post em sua conta do seu tumblr.

“Surpresa! Nós estamos tendo um bebê! Ryan e eu me sinto tão abençoada e mal possos esperar para receber o mais novo membro da nossa família “, Naya escreveu no post. Ela também acrescentou uma foto adorável de um “bolo no forno” para comemorar a feliz noticia.

E em Seu Twitter Naya postou:

“Primeiro vem o amor … depois vem casamento … depois vem …” Naya twittou junto com um link para o post.

A notícia veio poucos dias depois de Glee ter filmando seu último episódio da série, que será exibido em março.

Parabéns para o casal! E que esse bebe venha com muita saúde que é o mais importante!





Ouça Agora As Músicas do Episódio 6×09 “Child Star”

By in February 24, 2015 • Filed in: 6ª Temporada, Episódio, Musicas

CS

BREAK FREE- RACHEL, SAM, SHELDON, SUE, WILL E MYRON

I WANT TO BREAK FREE - MASON

FRIDAY I´M IN LOVE - SPENCER

LOSE MY BREATH - MYRON

UPTOWN FUNK - JANE, RODERICK, SPENCER & NEW DIRECTIONS

COOL KIDS - JANE, MASON, MADISON, SPENCER, RODERICK, KITTY E MYRON








Assista Agora Episódio 6×08 “A Wedding” Legenda Oficial

By in February 22, 2015 • Filed in: 6ª Temporada, Episódio







Ouça Agora as Músicas do Episódio 6×08 ” A Wedding”

By in February 17, 2015 • Filed in: 6ª Temporada, Episódio, Musicas

I´M SO EXCITED - Brittany, Santana, Carole Hudson-Hummel, Maribel Lopez, Mercedes, Pam Anderson, Sugar Motta a Whitney Pierce

AT LAST - MERCEDES E ARTIE

HEY YA! - ARTIE E NEW DIRECTIONS

OUR DAY WILL COME - BLAINE, KURT, SANTANA E BRITTANY







Assista Agora Episódio 6×07 “Transitioning” Legenda Oficial

By in February 15, 2015 • Filed in: 6ª Temporada, Episódio







Dot Marie Jones Revela que chorou muito de emoção por poder representar os transexuais em Glee

By in February 13, 2015 • Filed in: Noticias

sheldon

Como sabemos, ‘Glee’ bravamente descreve que um de seus personagens está em transição para mudança de sexo no episódio de hoje e vai um episódio muito emocionante!

Voltando para o episódio do dia 16 de janeiro de Glee, ficamos sabendo que a treinadora Beiste (Dot-Marie Jones) iria se submeter a tratamentos para a transição de sexo feminino para masculino. Quase um mês depois, no episódio de hoje, apropriadamente intitulado “Transitioning,” vai retratar sua jornada e o seu ápice emocional. Na verdade, a filmagem foi tão intensa, que até fez a própria Atriz Chorar!

“Foi um dos momentos de maior orgulho da minha vida,” Dot recentemente disse em entrevista sobre a história transexual de Glee nesta temporada.

Nós vimos a jornada de treinadora Beiste por alguns episódios, e agora vai mostrar sua nova jornada concretizada de uma maneira muito bonita.

“Este episódio é inacreditável”, Revelou Dot. “Mais de 200 homens e mulheres que são transexual estavam tão orgulhosos de ser representados.”

Nós já estamos chorando. Na verdade, Dot disse que toda a experiência foi tão avassaladora, que nem ela conseguia manter suas emoções. “Eu chorei no carro durante todo o percurso em que estava dirigindo para chegar em casa do trabalho naquela noite”, disse ela. “Eu quero fazer-lhes justiça.”

POR FAVOR GLEEKS AJUDE A MANTER O SITE NO AR APENAS DANDO UM CLIQUE NO BANNER ABAIXO, OBRIGADA POR AJUDAR!





Em Entrevista Marshall Williams fala sobre seu Personagem Spencer e sobre estar em Glee

By in February 13, 2015 • Filed in: Entrevista

marshall

Enquanto estamos vendo o casal separado Kurt (Chris Colfer) e Blaine (Darren Criss) na última temporada de Glee, você pode não ter notado um novo rosto gay no colégio McKinley High. Conheça Spencer Porter e o ator que o interpreta, Marshall Williams. Spencer é um novo tipo de personagem gay em Glee ele é gay assumido, e, um atleta e não é alguém que sai por toda parte acenando a bandeira do orgulho.

Sim, os tempos mudaram e talvez em 2015 a nova história de Glee não seja igual a primeira temporada, já que Spencer é um autoproclamado ‘gay pós-moderno’ que nunca deixaria as pessoas que incitam Bullying jogá-lo em uma caçamba de lixo. Além disso, para a boa aparência, ser gay não é a primeira coisa que sairia de sua boca quando descreve a si mesmo e como disse ao Kurt quando foi convidado a se juntar ao Glee Club, ele não curte Gaga, Newsies e não está escrevendo uma fan fiction Archie/Jughead. Na verdade, a resposta final de Spencer do por que ele não quer se juntar ao Glee Club? “Eu acho que é uma merda.”

Então, a atitude gay pós-moderno anti corais de Marshall mostra quem ele é, ou é apenas postura?
The Backlot conversou com Williams recentemente sobre interpretar Spencer e ao mesmo tempo parece que nós não podemos ficar ser conhecer mais sobre o novo cara desta temporada, o ator/cantor tem algumas opiniões sobre o tipo de Spencer e quanto nós vamos vê-lo forjar uma amizade com os outros gays na série.

The BackLot: Parabéns por se juntar a Glee. Diga-me sua opinião sobre esse personagem quando você soube dele.
Marshall Williams: Eu o vejo como um cara que não vê a sexualidade como algo que o define. Ele é quem é e não deixa que os outros o definam por sua sexualidade.

Spencer é um jogador de futebol, então ele tem esse lado agressivo, mas o que vamos ver nas outras camadas?
Acho que Spencer tem uma história muito legal ao longo da temporada. Eu não posso dizer muito sobre isso, mas ele definitivamente não vai ser apenas o jogador de futebol idiota o tempo todo.

Como tem sido fazer parte desta série? Suponho que você sabia disso antecipadamente, então como tem sido estar nesse mundo?
É incrivel. Eu estou tendo grandes momentos no set. É muito surreal estar com todos os antigos membros do elenco. Me lembro de assistir Glee, porque sou cantor e etc, por isso é muito legal fazer parte disso agora. É sempre muito legal a dinâmica no set e, especialmente, com todas as novas caras chegando ao mesmo tempo. Nós temos nossa própria pequena e única amizade entre os novatos.

Os espectadores regulares de Glee tem acompanhado Kurt e Blaine ao longo dos anos. Será que Spencer vai interagir muito com eles? Nós já vimos um pouco com Kurt.
Mais á frente na temporada Kurt vai ajudar Spencer a trabalhar em algumas questões. Eles têm uma ligação especial porque estão unidos no sentido de que ambos são gays.

Estamos em um momento na televisão e até mesmo nos filmes em que personagens gays realmente não criam rebuliço como antigamente. Você está ciente de que o tempo e as coisas são diferentes agora?
Oh sim. Glee revolucionou nesse sentido e realmente foi um lançamento quando saiu, já que estava tudo bem e mostraram para o público que continua tudo bem. Glee fez as pessoas verem que está tudo bem ser gay na TV, se isso faz sentido.

Não saberemos nada sobre seu histórico de namoro?
Algo pode acontecer com ele mais tarde na temporada, mas eu acho que você vai ter que continuar assistindo para ter certeza. Ele realmente não é muito de beijo e pode-se dizer que isso não é algo que se espera desse tipo de cara.

Qual você acha que é o tipo do Spencer? Alguém que seja como ele ou alguém que seja muito diferente?
O tipo do Spencer é alguém que seja como ele, que não se define com sua sexualidade.

Há algum episódio que você está muito animado para que os fãs vejam?
Eu estou realmente animado para o décimo episódio. É nele que você realmente começa a ver os novatos saindo de suas conchas e tendo muito mais ação na frente da câmera.

Qual é o seu gosto musical pessoal?
O meu tipo favorito de música é o country, que é o que eu ouço o tempo todo. Gosto também de rock, soft rock, alternativa – mas definitivamente country é meu número um em música.

Artistas favoritos?
Eu acho que Garth Brooks está sempre no topo. Johnny Cash. Mas, basicamente, todos os country dos anos 90 é o que escuto porque eu sou de Winnipeg. Você tem que dirigir para todos os lugares lá, então eu sempre ouvia o rádio. Por algum motivo eu conheço cada hit country dos anos 90.

Qual sua opinião sobre Taylor Swift?
Eu gostava mais de seus antigos trabalhos, porque eu gosto muito de country.

Você já fez papéis como este antes, onde você atua, mas também canta?
Realmente não. Há alguns anos atrás eu tentei entrar no Canadian Idol e fui eliminado no top 40, mas eu era muito jovem naquela época. Então, eu estou acostumado a cantar, mas não estou acostumado a cantar na frente das câmeras, de modo que foi uma grande mudança para mim, e aprender a gravar na Capital Records foi uma grande diferença de cantar ao vivo, mas eu fiz um filme da Disney no ano passado onde comecei a cantar a minha primeira música na TV, o que foi muito legal, mas diferente dos outros papeis em que eu não tive que cantar em frente a câmera, em filmes e outros trabalhos.

Qual foi o filme da Disney Channel?
Chama-se How to Build a Better Boy (Como Criar o Garoto Perfeito). Você já viu Weird Science (Mulher nota 1000)?
Sim.
É isso, só que ao contrário. Eles criam esse garoto perfeito ao invés da garota perfeita. Kelli Berglund e China McClain interpretam duas adolescentes experientes em tecnologia que fazem o menino perfeito, que é um robô, que sou eu. É muito divertido.







Em entrevista Noah Guthrie fala sobre seu Personagem Roderick e sobre estar em Glee

By in February 13, 2015 • Filed in: Entrevista

roderick

Seu personagem parece muito tímido, não é um cara tão confiante. Você parece completamente o oposto na vida real. Como foi retratar esta nova versão de você?
Não foi uma mudança tão grande para mim, porque eu sou menos tímido do que Roderick. Eu ainda sou meio tímido até que eu te conheça. Os escritores tem um tipo de escrita que é baseado distante de sua personalidade, por isso é mais fácil de interpretar quando você reage da maneira que você reagiria. Tem sido uma grande experiência para mim e eu nunca atuei ou fiz algo assim antes. Então, é bom sair da minha zona de conforto musical e tentar algo novo. Eu aprendi que você tem apenas que ir em frente. Você só tem de se comprometer realmente com o que está fazendo, se vai parecer estúpido ou não. Eventualmente, você não vai parecer estúpido. Tem sido uma experiência legal.

Como Roderick foi originalmente descrito para você e como ele evoluiu?
Quando comecei a trabalhar o papel, eles basicamente disseram que ele era o tímido azarão, gordinho, que entra no clube Glee. Quando ele entra, ele meio que se abre e pode realmente se soltar na frente dessas pessoas, porque eles não vão julgá-lo tanto quanto outras pessoas fariam. Ainda há um pouco de julgamento, às vezes… Mas se manteve bastante fiel ao que eles disseram que ia ser. Tem alguns momentos em que ele começa a sair e fazer outras coisas. Ele ainda é muito tímido e às vezes tem um pouco de medo das oportunidades, mas depois ele encara.

Sendo um novo ator e chegando a uma série já estabelecida, como foi ser acolhido na família “Glee”?
Tem sido ótimo e todo mundo foi tão acolhedor. Todo mundo tem trabalhado junto durante seis anos e você fica um pouco assustado quando chega pela primeira vez, eu não tinha ideia de como as pessoas eram, se eu iria fazer bem e se eles iriam gostar de mim. Todo o elenco e equipe são uma grande família. Eles sabem que se dão muito bem. São muito agitados, mas cada um na função que funciona muito bem. Eles são muito acolhedores e a equipe nunca faz você parecer estúpido, o que é bom! Eu estava um pouco preocupado com o primeiro episódio e me juntei com os outros novos membros do elenco para assistir. Nós ficamos tipo: “Ok, pelo menos sabemos que eles não vão nos fazer parecer estúpidos. Pelo menos sabemos que se fizermos algo estúpido, eles não vão usá-lo.” Eles têm sido ótimos!

Quais foram às primeiras cenas que você gravou?
Meu primeiro dia de filmagem foi praticamente com todo o elenco antigo e eu. Eu acho que fui a primeira pessoa nova a começar. No primeiro episódio, há uma cena em que eu estou no canto da biblioteca e eles estão tentando descobrir quem está cantando. Essa foi a primeira cena que eu gravei. Isso era tipo: “Todo o elenco vai estar olhando para você.” Eu fiquei: “Oh, o elenco todo… Todo mundo vai vir e me cercar?” Eles disseram: “Sim, vai ser ótimo.” Eu fiquei tipo: “Oh. Isso vai ser intimidante de qualquer modo…” Minha primeira vez atuando é na frente de todas as pessoas que têm atuado juntos por sete anos! Eu não sei. Foi um pouco tenso para mim, mas eles foram ótimos. Eles apoiaram. Eles perguntaram de onde eu era e todo mundo foi incrível.

Você era fã da série antes de participar?
Eu era definitivamente um fã da série. Eu lembro que assisti a primeira e a segunda temporada e então eu meio que parei um pouco. Então, eu tive que rever quando comecei a série. Eu era fã e eu sempre gostei das coisas que a Mercedes (Amber Riley) fazia e eu sempre gostei do Blaine. Darren Criss é um artista e ele é muito, muito bom no que faz. Ele pode fazer praticamente qualquer coisa. Eu era um grande fã da série e eu gostei de todos os numeros musicais. Esse é o tipo de coisa que eu estava acostumado a fazer covers no YouTube.

Durante “Mustang Sally”, as Unholy Trinity no fundo se mostraram perdidas em alguns passos da dança. Você estava ciente do que estava acontecendo enquanto você estava cantando?
Eu sabia que elas iriam dançar comigo, mas eu realmente não percebi o que acontecia. Foi muito divertido! Sendo um cara de 23 anos de idade, você realmente não pode pedir mais do que três mulheres lindas dançando ao fundo no seu primeiro número musical da série. Elas foram excelentes e foi muito divertido. Elas me ajudaram a entrar no ritmo da canção, porque você tem que ter um pouco de jogo de cintura e uma certa atitude para a música. Isso me ajudou a entrar nesse sentimento. Eles me disseram que elas estariam lá atrás de mim, mas eu nunca soube os passos que estariam fazendo ou qual a interação que teriam comigo.

Assistindo depois, o que você achou da cena?
Eu gostei! Eu assisti o episódio duas vezes. A primeira vez que eu assisti havia o medo do que eu iria ver na tela. Foi muito divertido. Eu sempre vou ser meu pior crítico. Tudo o que posso pensar é: “Oh, eu deveria ter feito desse jeito” ou “Oh, eu deveria ter feito esse passo.” Eu sempre vou ser assim. A segunda vez eu gostei um pouco mais. Você tem que se deixar levar e se divertir com isso. Eu acho que assim você faz com que todo mundo acredite nisso. Ele ainda era um pouco tímido naquele momento, por isso, é quase como se ele estivesse encaixando essa outra personalidade durante a canção. Ele assume esta atitude e se você notar, logo que a música acaba e ele vê quem ele é, ele imediatamente volta a ser um cara tímido. Eu acho que foi um momento legal para o personagem.

O que se passa na sua mente quando você está cantando na série?
Eu acho que depende do personagem, de quanto você precisa improvisar. Eu não preciso tanto porque meu personagem não é realmente um personagem cômico. Eu tenho algumas coisas aqui e ali que são engraçados, mas são escritas de uma forma que eu não tenho que fazer várias cenas. Eu posso fazer isso, mas eu realmente acho que não preciso porque os escritores são fantásticos e eles escrevem coisas engraçadas. Algumas vezes mudamos as coisas que vamos dizer: “E se a gente usar essa palavra, que será mais engraçada.” Laura Dreyfuss é ótima em improvisação e ela é ótima em chegar com diferentes frases hilariantes. Ela e seu “gêmeo” Mason (Billy Lewis, Jr.) tem algumas cenas onde conversam longe um do outro e é muito engraçado de ver. Eu fico com um pouco de ciúmes, mas depois eu me lembro: “Você não é muito bom em improvisar.” Então, não seria tão legal.

Como você consegue conciliar a agenda lotada que vem com a série?
Eu vou onde eles me dizem pra ir e no momento que eles me dizem para ir. Eu percebo que é a realidade. Isso é o que eu estou fazendo. É estranho, por vezes, porque você grava durante oito horas e, em seguida, eles dizem: “Vamos para o estúdio cantar um pouco.” Eles sinceramente juntam tudo e você tem que se lembrar de comer e beber água no meio disso. Acho que no final do dia, eu durmo bem porque estou exausto. Estou dormindo melhor do que dormia há algum tempo. Depois de ter uma programação de gravação não é tão louco. Então, assim que você entra no ritmo, eles mudam.

Há alguém do elenco com quem você não grava muito, que você espera ter mais cenas juntos?
Eu acho que tenho uma boa quantidadede cenas com todos. Acho que apenas de estar na sala com essas pessoas, mesmo que a cena não seja sobre mim e essa pessoa. Eu conheci todos e cheguei a trabalhar com eles e sair com eles. Realmente, eu não mudei muito. Dot Marie Jones é incrível. Porque eu não estou em nenhuma equipe esportiva então eu realmente não tenho muitas cenas com ela. Ela é incrível! E eu estou começando a gravar cenas com Jane Lynch. Estou muito feliz com quem tenho trabalhado.

O que você aprendeu com sua experiência trabalhando na série?
Honestamente, superar a si mesmo. Para mim, é uma coisa onde a dança é completamente nova e atuar é completamente novo. Esses seriam tipos de coisas que eu sentiria medo ou timidez. Agora, eu percebo que você só tem que fazê-lo. Primeiro, você não tem escolha. Você tem que fazê-lo. Segundo, você só tem que entrar nesse estado de espírito: “Eu vou estragar as coisas algumas vezes, mas está tudo bem, porque eu vou me firmar em algum momento.” Me deu uma ética de trabalho melhor. Quando eu ouvi pela primeira vez que eles queriam fazer uma audição comigo para a série, eu fiquei tipo: “Eh, eu realmente não faço esse tipo de coisa.” Mas é apenas isso, eu realmente não faço esse tipo de coisa. Então, eu só tinha que tentar. Eu não tenho mais tanto medo das coisas. É como se eu estivesse me abrindo e eu meio que me sinto como Roderick. Eu acho que é uma bênção disfarçada.

Você faz parte das redes sociais. Você já desfrutou dos comentários rápidos dos fãs quando o episódio estreia?
Tem sido ótimo! Honestamente é incrível ser capaz de dizer que estou na série e postar coisas da série. Por tanto tempo todos nós não poderíamos dizer nada, por isso tem sido ótimo poder postar é libertador. Sabendo dos fãs instantaneamente é meio assustador ao mesmo tempo, porque se você fizer algo que eles odeiam, então você vai saber imediatamente no Twitter. É legal porque eles ficam do seu lado e estarão do seu lado para sempre. Eu gostei até agora de ter visto muitos comentários positivos.

Qual legado você acha que “Glee” vai deixar?
Eu acho que talvez, ser você mesmo. Se você é esquisito, então seja livre. Se você não for, então você não é. Basta ser quem você é. Soa tão brega, mas é honestamente sobre isso que a série se trata. São pessoas que se unem, mesmo sendo todos diferentes. Eles têm seus próprios dramas e seus próprios acontecimentos. É só você que faz você mesmo e depois vê como pode contribuir. Gostei da mensagem geral da série.

Existe alguma coisa que pode nos adiantar do que está por vir nesta temporada, com Roderick?
Eu não posso dizer muito. Eu sei que eles me deram muita música legal para cantar. Os próximos episódios não são tanto sobre o meu personagem. Durante o meio da temporada eu tenho canções muito boas e faço algumas coisas legais. Fique atento para algumas músicas incríveis. Há algumas mais antigas e algumas mais novas. Vai ser divertido!

O que você gostaria de dizer para os fãs e admiradores seus e do seu trabalho?
Eu só quero dizer obrigado, se você está assistindo a série ou tem sido fã da série há um longo tempo. Além disso, se você é meu fã há um tempo com meu material no YouTube, redes sociais e meu álbum que foi lançado no ano passado, tem sido ótimo. Eu recebi tanto amor e apoio vindos de todas as partes. Eu viajei o ano passado e eu estou vendo os fãs que estavam em meus shows dizendo como eles estão orgulhosos e dando seu amor incondicional. É realmente incrível. Apenas um enorme obrigado a todos que estão assistindo e vão continuar assistindo.







Ouça Agora as Músicas do Episódio 6×07 “Transitioning”

By in February 11, 2015 • Filed in: 6ª Temporada, Episódio, Musicas

ALL ABOUT THAT BASS – MERCEDES E RODERICK

TIME AFTER TIME – RACHEL

SOMEBODY LOVES YOU – BLAINE E KURT

YOU GIVE LOVE A BAD NAME – VOCAL ADRENALINE

SAME LOVE – WILL E UNIQUE

I KNOW WHERE I´VE BENN – UNIQUE








NOVO SPOILER! Sobre as Seccionais e o último episódio de Glee!

By in February 10, 2015 • Filed in: Spoilers

10922616_821715097899161_5263295053959055502_n

Alguma Novidade Sobre Glee, por favor!
Comece a pse preparar, Gleeks, porque o final está chegando muito mais cedo do que você pensa! Nós estávamos no set para as últimas Seccionais finais de todas da série Glee, e derramamos muitas lágrimas, enquanto demos adeus aos lustres brilhantes, luzes brilhantes e figurinos lindos e coloridos assim como, algumas das coreografias mais intrigantes e complexas que nós já vimos na série! -que também tem algum SPOILER sobre o final da série! Enquanto as Seccionais ocorre no penúltimo episódio, o último episódio da série vai ser de baladas e solos, principalmente focada em musicas mais lentas com cada personagem começando sua última chance de brilhar no centro das atenções por um episódio muito mais emocional e poderoso, em vez de grandes performances de orçamento. Nosso conselho? compre muitas caixas de lenços de papel para enxugar suas lágrimas e já comece comprando agora.







Assista Agora Episódio 6×06 “What the World Needs Now” Legenda Oficial

By in February 9, 2015 • Filed in: Episódio







Fotos do Episódio 6×08 “A Wedding”

By in February 5, 2015 • Filed in: 6ª Temporada, Episódio, Fotos

LÁ VEM AS NOIVAS TODA DE BRANCO…..





Primeiro Vislumbre da Treinadora Beiste agora como Treinador Sheldon

By in February 5, 2015 • Filed in: 6ª Temporada, Episódio, Fotos

sheldonA sexta e última temporada de “Glee” vai apresentar uma grande transformação na vida da treinadora Beiste (Dot-Marie Jones): a personagem vai começar sua transição para o sexo masculino. O site da “People” divulgou a primeira imagem dela com feições masculinas, que vai ao ar no episódio exibido esta semana nos Estados Unidos.

À publicação, a atriz contou que ficou apreensiva assim que soube os rumos da trama. “Eu não queria decepcionar as meninas heterossexuais nem as que se comportam como meninos, que a minha personagem representou nas últimas quatro temporadas. Mas eu peguei o roteiro e disse: ‘Meu Deus, isso é incrível'”, afirmou a atriz à “People”.

Passado o receio inicial, Jones diz que se sente honrada por representar um personagem transgênero numa emissora da TV aberta (nos EUA). Segundo ela, assim que a trama revelou que ela mudaria de sexo, a reação do público foi bastante positiva.

“Recebi milhares de mensagens no Twitter. Chorei. Membros da comunidade diziam: ‘Nunca pensei de me ver na televisão. Você não tem ideia do que isso significa para mim. Agora, talvez as pessoas possam entender'”, contou.